A marca de cerveja Corona e a Parley for the oceans dão mais um passo em seu projeto contra a poluição marinha pelo plástico. Durante o Campeonato Mundial de Surfe, que acontece até dia 22 de maio em Bali, na Indonésia, os brasileiros Gabriel Medina, surfista bicampeão mundial e embaixador da causa e de Corona, e Speto, um dos nomes mais importantes do grafite no país, terão um ponto de encontro inusitado: a “La Casa”, um espaço feito totalmente de plástico reciclado, onde esportistas, artistas e ativistas do meio ambiente poderão trabalhar em projetos que possam inspirar as pessoas a ajudar a criar um futuro melhor para o nosso mundo. O espaço é um exemplo de como podemos reutilizar o plástico de maneira eficiente e de um jeito diferente.

Junto com Medina e Speto, a surfista Stephanie Gilmore, a comentarista esportiva Rosy Hodge, e as artistas plásticas Nadia Hernandez e Gemma O’Brien, marcarão presença no espaço e trabalharão no design de edições limitadas de ecobags, feitas de garrafas plásticas recicladas, para apoiar Bali na luta contra às sacolas plásticas.  É estimado que, aproximadamente, 5 trilhões de sacolas plásticas são usadas anualmente, em todo mundo, com 10 milhões delas entrando em circulação na Indonésia diariamente e, por isso, no início desse ano, Bali anunciou que plásticos descartáveis estão banidos desse paraíso a partir de 1º de Julho. Por isso, Corona, Parley e o Campeonato Mundial do Surfe, uniram esses grandes nomes mundiais para criar um material único, que poderá ajudar a população local a se ver totalmente adaptada a essa lei. Mais do que isso, para apoiar esse processo serão doadas 20 mil dessas ecobags para a ONG “Make a Change World”, que distribuirá para às comunidades locais. Além disso, quem quiser participar, poderá adquirir as sacolas no site e, a cada compra, três novas sacolas serão doadas para instituições parceiras na causa.

Já no Brasil, em 2019, Corona e Parley realizarão mais de 20 limpezas de praias e diversas campanhas e iniciativas de conscientização e de mobilização para combater o lixo nos oceanos. Até o momento, o projeto envolveu aproximadamente 250 pessoas e retirou mais de 300 quilos de lixo de praias de Fernando de Noronha, Rio de Janeiro e Florianópolis, ajudando a proteger esses paraísos naturais e a  propagar a mensagem do projeto e da importância de abraçarmos atitudes mais sustentáveis para garantir um futuro melhor para o nosso planeta. Para saber mais e como você pode ajudar, acesse.

Deixe seu Comentário

Leia Também

AdInsights

+ Ver mais

A Gillette sabe o que faz. Já Neymar…

por Adinsight por Leonardo Araújo

Especial TV Aberta

+ Ver mais

Como a TV conversa com o Youtube?

por Gabriel Grunewald