Em parceria com o time inglês Arsenal, a Adidas criou uma ação que acabou gerando repercussão negativa. A iniciativa criava nomes personalizados nas camisas da equipe inglesa, porém usuários do Twitter produzindo mensagens racistas.

A campanha “Dare to Create” permitia que fãs escrevessem seus nomes e compartilhassem, porém, foram escritas mensagens de apoio ao nazismo e morte aos negros.

A marca declarou ao portal Huffington Post: “Devido a uma pequena minoria que criou versões ofensivas disso, desativamos imediatamente a funcionalidade e a equipe do Twitter estará investigando”.

O Twitter também relatou que está investigando o caso, além disso, o Arsenal disse que condena totalmente o uso de linguagem de dessa natureza.

Deixe seu Comentário

Leia Também

AdInsights

+ Ver mais

A Gillette sabe o que faz. Já Neymar…

por Adinsight por Leonardo Araújo

Especial TV Aberta

+ Ver mais

Como a TV conversa com o Youtube?

por Gabriel Grunewald