Nesta segunda-feira, (29), o Google começou com um novo acordo comercial para ser usado em smartphones e tablets. Os aplicativos como Gmail e Maps devem ser cobrados e os valores pagos podem chegar a US$40 por aparelho.

As mudanças valem apenas para o continente europeu, mas seus efeitos devem repercutir em outros mercados, já que o recurso contém medidas para ampliar a liberdade da fabricantes de celular.

As alterações aconteceram em resposta a um processo da Comissão Europeia. O executivo da União Europeia concluiu que a empresa abusava da posição do Android para promover práticas anticompetitivas.  

Deixe seu Comentário

Leia Também

Especial Google

+ Ver mais

Quer falar com mulheres? Olhe para os dados, não para os estereótipos

por Artigo de Kate Stanford, diretora global de marketing e publicidade no Youtube

Especial TV Aberta

+ Ver mais

Como a TV conversa com o Youtube?

por Gabriel Grunewald