O Facebook divulgou nesta segunda-feira (20) uma pesquisa feita pelo Instituto Ipsos que mostra o perfil de interação dos brasileiros e latinoamericanos com as marcas.
 
De acordo com o levantamento, 3 em cada 5 brasileiros interagem com as marcas via Facebook, sendo o povo com maior volume de engajamento com as empresas na região.
 
O estudo também indica que:
 
– 67% dos brasileiros são influenciados por marcas ou ação de amigos no Facebook;
– 44% dos brasileiros curte uma marca ou empresa no Facebook;
– 41% dos brasileiros leem continuamente conteúdos de marcas no Facebook;
– Mexicanos e chilenos são o segundo e terceiro colocados em interações com marcas no Facebook.
 
Para Antonio Barczinski, gerente de pesquisas do Facebook para América Latina, os dados mostram que as pessoas consomem marcas dentro do Facebook mas, obviamente, desde que o conteúdo esteja alinhado com os interesses delas.
 
"A importância da segmentação por parte das marcas é relevante para que possam pensar em conteúdos que atendam a essas pessoas. Para isso, acreditamos que as empresas devam se envolver na criação de estratégias para conversão de vendas e branding. Aqui no Facebook, a nossa aposta está no storytelling, especialmente em vídeo, uma vez que já contamos com mais de 1 bilhão de visualizações deste formato na plataforma diariamente em todo o mundo. O vídeo é hoje uma das mais poderosas ferramentas de envolvimento da audiência, capaz de ser entregue onde cada um dos usuários está (no celular, tablet) e no lugar onde ele passa mais tempo: o feed de notícias", diz.
 
Confira o levantamento completo:
 
Curtir, compartilhar e comentar
 
O raio-x do comportamento das pessoas na América Latina com o conteúdo do seu negócio
 
Quem interage com as marcas*
  
Argentinos – 47%
Brasileiros – 61%
Chilenos – 52%
Colombianos – 48%
Mexicanos – 53%
 
*Interação significa ler seus conteúdos, olhar suas páginas, interagir com celebridades/figuras públicas, curtir uma marca ou empresa, comentar ou compartilhar seus conteúdos
  
Quem é influenciado por marcas ou ações de amigos
 
Argentinos: 56%
Brasileiros: 67%
Chilenos: 68%
Colombianos: 62%
Mexicanos: 56%
 
O que as pessoas fazem quando veem seu conteúdo 
 
Argentinos
Visita Páginas de marcas – 24%
Lê conteúdo de marcas – 26%
"Curte" uma marca ou empresa- 19%
Comenta ou compartilha – 20%
 
Brasileiros
Visita Páginas de marcas – 38%
Lê conteúdo de marcas – 36%
"Curte" uma marca ou negócio – 44%
Comenta ou compartilha conteúdo – 38%
 
Chilenos
Visita Páginas de marcas – 28%
Lê conteúdo de marcas – 30%
"Curte" uma marca ou negócio – 25%
Comenta ou compartilha conteúdo – 24%
 
Colombianos
Visita Páginas de marcas – 32%
Lê conteúdo de marcas – 32%
"Curte" uma marca ou negócio – 24%
Comenta ou compartilha conteúdo – 22%
 
Mexicanos
Visita Páginas de marcas – 29%
Lê conteúdo de marcas – 33%
"Curte" uma marca ou negócio – 27%
Comenta ou compartilha conteúdo – 19%
 
Fonte: "Facebook reach and usage", Ipsos MediaCT, maio de 2014 (estudo comissionado pelo Facebook). Pesquisa realizada com pessoas de cada país (México – 242, Argentina – 290, Brasil – 328, Chile – 343, Colômbia -272)
 
Redação Adnews
Deixe seu Comentário

Leia Também

2014

+ Ver mais

Brasil terá 15 jurados em Cannes

por Redação Adnews

ADArticles

+ Ver mais

Artigo: O espelho quebrou

por Adnews

ADFestivals

+ Ver mais

El Ojo anuncia 4 novos presidentes de júri

por Redação Adnews

ADInsights

+ Ver mais

A Gillette sabe o que faz. Já Neymar…

por Adinsight por Leonardo Araújo

AdMovies

+ Ver mais

O Mecanismo e O Negócio entram na luta pela audiência de séries

por Eliane Munhoz do Blog de Hollywood

ADScreen

+ Ver mais

Ciclo de regravação dos clássicos chega a SWAT

por Elaine Munhoz, do Blog de Hollywood

Ana Paula Passarelli

+ Ver mais

Como as (novas) mudanças no Youtube vão impactar os criadores de conteúdo?

por Ana Paula Passarelli, estrategista de negócios digitais e consultora de inovação

Antonio Carlos Moura

+ Ver mais

Mercado de comunicação: mais difícil e mais divertido

por Antonio Carlos Moura

Daguito Rodrigues

+ Ver mais

Para onde foi o sangue que havia nos olhos?

por Redação Adnews

Design Thinking

+ Ver mais

Reclamar! Vício, autopiedade ou um SOS?

por Marcelo Ponzoni, Diretor executivo da Rae,MP

Especial Google

+ Ver mais

Quer falar com mulheres? Olhe para os dados, não para os estereótipos

por Artigo de Kate Stanford, diretora global de marketing e publicidade no Youtube

Especial TV Aberta

+ Ver mais

Como a TV conversa com o Youtube?

por Gabriel Grunewald

Fábio Prado Lima

+ Ver mais

Face priorizará posts de amigos e familiares. O que isso pode significar para quem é social media?

por Fábio Prado Lima, diretor da AdResults e professor do Face Ads Descomplicado

Fernanda Romano

+ Ver mais

Janelas

por Redação Adnews

Julio Moraes

+ Ver mais

Hey, mercado, vamos fazer o #MeaCulpa?

por Artigo por Julio Moraes, digital marketing executive na #SocialGroup

Leonardo Araujo

+ Ver mais

A Gillette sabe o que faz. Já Neymar…

por Adinsight por Leonardo Araújo

Marcia Esteves

+ Ver mais

Por que eu não sou uma gênia?

por Marcia Esteves, co-presidente da Grey Brasil

Marcos Giovanella

+ Ver mais

A ciência por trás do Big Data

por Marcos Giovanella

Mauricio Magalhães

+ Ver mais

Sair da caixa é ficar dentro dela. Ufa!

por Mauricio Magalhães

Mentor Neto

+ Ver mais

Os Millennials em Promoção

por Por Mentor Neto, sócio e CCO da Bullet

Rafael Martins

+ Ver mais

Você tem certeza que “seu cliente não entende nada”?

por Rafael Martins, Co Fundador e CEO do Share

Raul Santahelena

+ Ver mais

Marcas, por que é tão difícil se colocar no lugar do outro?

por Artigo de Raul Santahelena

Renata Serafim

+ Ver mais

Brasil… Mostra a sua cara!

por Adnews

Silmo Bonomi

+ Ver mais

Publicidade de verdade

por Adnews